Quem sou eu

Minha foto
Viamão, RS, Brazil
Trabalhador, de Esquerda e Socialista!

Meu Site

Meu Site
Um Click e conheça quem é Itamar Santos

Total de visualizações de página

1ª CVS Rs

1ª CVS Rs
6,7 e 8 de Outubro de 2017 na FETAG RS.

1 ª CVS RS

1 ª CVS RS
Fetag RS

Eleição do CES RS

Eleição do CES RS
Eleito Vice Presidente do CES RS em 15-12-16

O Nosso Estado.

O Nosso Estado.
Rio Grande do Sul

quarta-feira, 2 de abril de 2008

" Plano Colômbia."

O chamado Plano Colômbia é a intervenção dos Estados Unidos na Colômbia, com o pretexto de combater o narcotráfico no continente, mas na verdade reflete a situação cada vez mais cômoda do imperialismo norte-americano, sobre um dos países mais ricos em reservas naturais da Amazônia.

As operações militares do Plano Colômbia, de fato, começaram em outubro de 2000, quando o exército realizou um ataque em grande escala em Putumayo, no sul do país, na região mais rica em petróleo, localizada na fronteira com o Equador, com a desculpa de combater um foco da guerrilha supostamente ligado narcotráfico. O que comprova que a questão de fronteira entre os dois países é bastante antiga.


É preciso que fique claro, que o interesse dos Estados Unidos não se restringe ao petróleo. A biodiversidade da Amazônia colombiana só perde para o Brasil, sendo que somente seus recursos hídricos já bastariam para atrair os Estados Unidos. Esse plano nada mais é do que uma porta de entrada a futura dominação norte americana do território amazônico, incluindo aí o Brasil caso fiquemos calados.

Essa questão torna-se ainda mais delicada, principalmente se levarmos em conta que a água doce, cada vez mais escassa, já é considerada uma questão chave para o século XXI, tendo nos Estados Unidos seu principal consumidor mundial.

A questão crucial do Plano Colômbia é o combate aos grupos de guerrilha, não pela ligação desses com o tráfico e sim, pela capacidade de mobilizar a população mais pobre, de origem indígena, contra o imperialismo norte-americano. Cerca de 40% da Colômbia é controlada por grupos guerrilheiros, destacando-se as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o Exército de Libertação Nacional (ELN).

A guerrilha colombiana, que a história oficial e a imprensa colonial relacionam com o narcotráfico, originou-se no seio do movimento popular-indígena na guerra civil ocorrida no país no final dos anos 40, entre o Partido Conservador e o Partido Liberal. Ambos cresceram politicamente representando a burguesia, sendo que o primeiro esteve ligado à oligarquia rural e o segundo aos setores mais relacionados com um projeto econômico urbano-modernizador para o desenvolvimento nacional.

A luta iniciou-se em 1948 após o assassinato do liberal Jorge Eliécer Gaitán, que através de práticas populistas, contava com apoio de operários e camponeses, que revoltados com o fato, iniciaram uma série de manifestações em todo país. Essa revolta, ocorrida no início da Guerra Fria, foi vista pelos Estados Unidos como uma ameaça ao capitalismo.

Com apoio norte-americano, os conservadores colombianos iniciaram um período de repressão conhecido como La Violência, em que morreu cerca de 200 mil pessoas entre 1948 e 1953. Economicamente, essa fase foi acompanhada por uma maior concentração de renda, que agravou ainda mais a desigualdade social, contribuindo para o fortalecimento da resistência popular-armada com a formação das Farc e do ELN em 1964, sob influência do socialismo cubano.

Sem conseguir controlar a guerrilha, o então presidente Julio César Turbay Ayala, apoiado pelos Estados Unidos autorizou a formação de grupos paramilitares, conhecidos como "esquadrões da morte", para combater a guerrilha. Treinados nos Estados Unidos e patrocinados pelos latifundiários e pelos "barões da droga", esses grupos, como a Autodefesas Unidas Colombianas (AUC), praticaram inúmeros crimes, vitimando políticos de oposição, sindicalistas e a população rural suspeita de apoiar a guerrilha. Esse último segmento formado principalmente por indígenas é o que mais vem sofrendo com a ação dos "esquadrões da morte".

Ameaçados, milhares de camponeses já abandonaram suas terras nos últimos anos, que foram facilmente ocupadas por fazendeiros narcotraficantes. O êxodo rural empobreceu os centros urbanos, onde muitos camponeses desprovidos de emprego passaram a integrar a guerrilha, que paga inicialmente o dobro do salário mínimo colombiano. O dinheiro que mantém a guerrilha é obtido pelo "imposto" cobrado aos traficantes que atuam em territórios controlados pelas Farc e pelo ELN.

Na última década do século XX a violência no país foi responsável pela morte e desaparecimento de 70 mil pessoas, sendo mais da metade composta pela população civil, destacando-se trabalhadores, intelectuais e sindicalistas.

Os EUA estão militarmente em 156 países, com 737 bases instaladas em 63 desses países segundo o próprio departamento de defesa norte americano. Somente na América Latina esta localizada uma dezena dessas bases: Guantanamo-Cuba, Vieques- Porto Rico, Solo de Cano-Honduras, Rainha Beatrix-Aruba, Hato-Curaçao, Manta-Equador, Três Esquinas e Letícia- Colômbia, Iquitos-Peru e Mariscal Estigarribia-Paraguai, todas elas estrategicamente localizadas para serem utilizadas sempre que necessário.

Estas informações são deliberadamente omitidas nas publicações de massas para que a informação recebida pelo povo seja sempre a que favoreça os interesses dos imperialistas e de seus súditos brasileiros.

Fonte: www.historianet.com.br e www.brasildefato.com.br
ver.itamarsantos@terra.com.br
Viamão-RS, 02de abril de 2008.

A Direita está muito viva.

Muitos querem disfarçar dizendo que não existe mais essa divisão entre direita e esquerda. Que agora “somos todos santinhos”, tão santinhos que tem gente disposta a serem de esquerda se apropriando desse discurso porque participa de alguma associação ou de um grupo que periodicamente serve sopas aos moradores de rua em alguma grande cidade nas noites de frio.

O discurso é bem elaborado, politicamente correto, mas quando tem que dividir mesmo os seus bens com o pobre eles pulam fora. Isso é notado quando assistimos no noticiário da TV: o MST ocupou uma fazenda improdutiva para forçar o governo a agilizar a reforma agrária saltam vários “defensores” da propriedade privada com a mesma gritaria do tipo “já vem esses sem terra invadir as terras produtivas” omitindo que nessa terra quando tem algo são meia dúzia de vacas magras que o latifundiário deixou ali para manter o critério de produtividade que esta defasado a mais de trinta anos.

Apesar de o Governo Lula ser um Governo de Centro esses mesmos comentaristas representantes do grande empresariado e dos latifundiários esbraveja quando o Presidente se reúne com outros Presidentes Latino-americanos, principalmente se esse Presidente for Hugo Chaves, Evo Morales, Rafael Correa ou Daniel Ortega, chamando-o de ditador e populista. Esquecem esses empregados do capital que é no Governo Lula em que os bancos mais lucraram que as empresas de telecomunicações mais lucraram, enfim latifundiários brasileiros e seus sócios internacionais lucram cada vez mais com o avanço do agronegócio sobre as nossas florestas.

Chamam Lula de ditador e populista porque ele retirou milhares de famílias da miséria através do bolsa família, alfabetizou outros milhões de brasileiros que viviam a mais perversa ignorância dando direito aos filhos desses de ingressarem numa faculdade. Infelizmente Lula está impedido de realizar mais esse tipo de populismo por ser o seu Governo um Governo de transição, pois eu gostaria de ver todos os SEM TERRA ter terra, toda a criança na escola, toda a família ter uma casa para morar se isso é ser ditador, Lula terá que ser um; mas ainda não o é.

Mas se calam quando a Colômbia sob o comando de Álvaro Uribe e com apoio dos EUA de George W. Bush montou o maior exercito da América Latina. Neste caso em especial acusam as Farc’s de serem traficantes de cocaína, mas omitem dos noticiários de que o Presidente colombiano tem relações comprometedoras com traficantes e com paramilitares ilegais que estão a seu serviço e contra os revolucionários que por mais de sessenta anos lutam para livrar aquele país das garras dos governantes norte americanos.

Omite de nós brasileiros a verdadeira razão porque são parciais e não permitem opiniões contraria em seus noticiosos, você já assistiu um jornalista falar ou escrever em uma grande rede de TV ou em um grande jornal a favor do MST, das Farc’s, dos Palestinos, dos Mulçumanos ou do Ira. Quando isso acontecer, a democracia será uma verdade nos Brasil e no mundo.

Quando os movimentos sociais e sindical se mobilização para reivindicar seus direitos utilizando-se para isso do legitimo direito de greve esses mesmos representantes dos ricos saltam dizendo que as greves impedem o direito do outro, o direito de ir e vir, mas quando um bando de latifundiários sedentos por dólares boicotam e bloqueiam estradas deixando toda a Argentina sem comida esses mesmos direitos como num passe de mágica são omitidos dos noticiários brasileiros e creio que dos argentinos também porque a direita pensa internacionalmente.

Essa proposital omissão se dá porque há uma disputa de poder entre os latifundiários, ricos, e o Governo Argentino de Cristina que taxou as exortações de grãos. Medida que visa preservar o mercado interno argentino e de transferir renda dos mais ricos para os mais pobres e isto bastou para que os grandes latifundiários colocassem a Argentina no caos.

Se a Presidenta Cristina firmar posição nesta disputa será incluída no rol dos “Presidentes ditadores e populista” porque para a direita pobre não pode ter direitos.

ver.itamarsantos@terra.com.br

Viamão-RS, 02 abril de 2008.

6ª Conferência Estadual de Saúde, de 1 a4 de Setembro de 2011, em Tramandaí/RS

14ª Conferência Nacional de Saúde, de 30 de Novembro a 04 de Dezembro, em Brasilia.

1ª Conferência de Saúde Ambiental de Viamão.

1ª Conferência de Saúde Ambiental de Viamão.
Itamar Santos é eleito Delegado à etapa Estadual.

Representantes de Viamão na I Conferência Nacional de Saúde Ambiental-Etapa Estadual

Representantes de Viamão na I Conferência Nacional de Saúde Ambiental-Etapa Estadual
Verônica-PMV, Delmar-ONG, Simone-UAMVI, Itamar Santos-Mov. Sindical.

A Igreja Matriz de Viamão.

A Igreja Matriz de Viamão.
Referência de um Povo.

As 10 estratégias de manipulação midiática, por Noam Chomsky

Neoliberalismo e Globalização. Saiba o que são!

Juizes e suas Mordomias! Isso o JN não mostra.

CHÊ

CHÊ
O Maior Revolucioário que já viveu!!!

Bandeira do nosso time.

Bandeira do nosso time.

Eu sou Gaúcho

Eu sou Gaúcho
Mas,bah! Tche!

fidel

fidel
Um Lider

Saramago disse:

Eu na Internet

Charges que falam por si!!!!

Charges que falam por si!!!!
Sarney

Ataque aos Trabalhadores I

Ataque aos Trabalhadores I
Bm usa cavalaria contra MST em São Gabriel.

Ataque aos Trabalhadores

Ataque aos Trabalhadores
Trabalhadores encurralados pela BM em São Gabriel.

Assassinato do Trabalhador Rural Elton Brum em São Gabriel-RS

Assassinato do Trabalhador Rural Elton Brum em São Gabriel-RS
Marcas do tiro de calibre 12, arma da BM do Governo Yeda(PSDB,PMDB,PTB,PP,DEM) - Fotos do rsurgente-

Assassinato de São Gabriel

Assassinato de São Gabriel
Tiro a traição, da BM, mata trabalhador rural em São Gabriel.

A Guerra.

A Guerra.
BM usa armas de guerra contra MST em São Gabriel.

Paim prestigia ato em Viamão.

Paim prestigia ato em Viamão.
Paim observa discurso de Itamar Santos.

E o Congresso?

E o Congresso?
Sarney

Os Congressistas.

Os Congressistas.
Da coleção Sarney 2009

Visitantes. A partir de 05/10-2009

Paim em Viamão.

Paim em Viamão.
Ronaldo, Senado Paim, Itamar Santos e Ridi.