Quem sou eu

Minha foto
Viamão, RS, Brazil
Trabalhador, de Esquerda e Socialista!

Meu Site

Meu Site
Um Click e conheça quem é Itamar Santos

Total de visualizações de página

1ª CVS Rs

1ª CVS Rs
6,7 e 8 de Outubro de 2017 na FETAG RS.

1 ª CVS RS

1 ª CVS RS
Fetag RS

Eleição do CES RS

Eleição do CES RS
Eleito Vice Presidente do CES RS em 15-12-16

O Nosso Estado.

O Nosso Estado.
Rio Grande do Sul

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Caras & Bocas...


Além das caras e bocas alugadas dos jornalistas a serviço da elite entreguista brasileira, estas pessoas mercantilizam também suas mãos e mentes para expressarem a lógica perversa do sistema capitalista vigente, mantido na opressão e com o desemprego de milhões de seres humanos.

Estes mercenários de plantão utilizam estes espaços públicos para manipularem as mentes alienadas da maioria da população com meias-verdades e grandes mentiras que repetidas todos os dias tornam-se verdades de-formadas, pois para esta maioria que se informa pelo tubo luminoso da TV ou pelas manchetes garrafais dos jornais patronais o que ali é dito, se torna lei.

No dia 16 de setembro de 2009, um grupo de alunos ocupou as dependências da Assembléia legislativa, aqui do RS, realizando um pesado protesto contra a base aliada (PP, PMDB, PTB e PPS) da Governadora Yeda Crusius (PSDB) devido à obstrução deliberada das investigações na Comissão Parlamentar de Inquérito que tenta investigar atos de corrupção no governo da senhora Crusius; entre os quais está o roubo de 44 milhões de reais do DETRAN-RS.

Imediatamente as caras & bocas alugadas vociferavam nas telinhas colloridas contra a atitude dos estudantes e sindicalistas, o que chamaram de “uma excessiva tolerância com manifestações no parlamento gaúcho”.

No dia seguinte os jornais patronais da capital gaúcha estampavam em suas manchetes: “Assembléia acatada: Os 40 minutos que violaram o parlamento”, “Agência que cobriu estátuas é aliada do Cpers.”

Aí estão exemplificadas as mentiras e as meias-verdades proferidas pelos mercenários de plantão.
Quem está sendo realmente sendo atacado?

O Governo? Que nada faz para transparecer a verdade dos fatos apontando os verdadeiros ladrões do Estado.

Ou, nós, o povo gaúcho que vê todo dia o seu patrimônio ser roubado e os ladrões serem protegidos e promovidos aos mais autos cargos do governo inquilino no Piratini.

Àqueles que estão com os servidores públicos recebem à alcunha pejorativa de “aliados”, mas nada se fala ou informa que os verdadeiros aliados do Governo Yeda não estão somente no interior da Assembléia Legislativa e sim na mídia local e nacional que por sinal é muito bem paga para defender em suas telas e páginas um governo de corruptos.

Parabéns ao Ceprs e as entidades classistas que constituem o Fórum dos Servidores Públicos Estaduais por mais essa campanha educativa que visa alertar a população gaúcha para a vergonhosa roubalheira porque passa o nosso estado.

É verdade!!!

Nossos símbolos se cobrem em protesto contra a impunidade que campeia os pagos de cá.

Se esta mídia que está aí a se autoproclamar de democrática, falasse realmente a verdade; diria a seus telespectadores que os 44 milhões subtraídos do povo gaúcho dariam para construir 733.334 casas no valor de R$ 60.000,00. Cada unidade abriga uma família de no mínimo 4 pessoas e isto multiplicado pelo numero de casas abrigariam 2.933.336 (dois milhões, novecentos e trinta e três mil e trezentos e trinta e seis) gaúchos (as).

Há sempre estas manifestações populares por causa da omissão dos governantes em relação aos direitos elementares dos cidadãos onde saliento o direito a moradia e ao trabalho.

Direitos vergonhosamente sonegados por um sistema que se auto intitula de democrático, mas que não garante trabalho, no mínimo, para a maioria desta dita “sociedade”.

A criminalização dos movimentos sociais e em especial do MST é algo desmesurável. É como aquele velho ditado popular:

“Ao ladrão de galinha, cadeia.”

Ao filho de papai: “Todos são inocentes até que se prove ao contrario”.

Com certeza o MST não existiria se a reforma agrária no Brasil fosse geral e irrestrita onde todas as assentadas (os) tivessem os mesmos acessos ao crédito que tem os grandes latifundiários e as multinacionais do agronegócio, com juros baixos, renegociações das dividas agrícolas em igualdade de condições, incentivos a novas tecnologias e fiscais.

Enquanto não haver igualdade de oportunidades para todos e todos serem iguais perante a lei não haverá democracia e liberdade, portanto haverá greves e ocupações.

Com certeza ao crime não tem comparação, mas qual desses crimes mais mal fez ao povo gaúcho?

O roubo dos 44 milhões de reais do DETRAN ou o roubo dos aparelhos eletrônicos do INCRA?

Ou ainda as mortes de Marcelo Cavalcante e do Sem Terra, companheiro Elton Brum, em São Gabriel, ambas ainda impunes e com certeza ficarão, pois seus verdadeiros mandantes nunca apareceram.

Fora aos corruptos!!!

E Chega de Caras & Bocas!!

MSN: itamarssantos13@hotmail.com

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Poder Paralelo.



Na guerra silenciosa que aliena milhões de pessoas em nosso Brasil a TV do Bispo Edir Macedo traz da vida real para a ficção aquilo que praticam os homens e as mulheres do mal no dia a dia.

Com a hipocrisia daqueles que sabem que nunca seram pegos pelos rigores da lei dos homens e das mulheres de bem, trazem a peça ficcional para demonstrar como se move a engrenagem da corrupção no país.

O enredo novelesco transcorre em torno de uma família italiana nos reportando ao passado histórico e ao presente daquele país, o que pode perfeitamente servir de exemplo a crise ético/moral porque passamos aqui em terras brasíles.

Lá como aqui a grande mídia faz uma campanha permanente contra tudo que possa vir a atacar o seu “modus operandi” de manter intactos os seus lucros astronômicos.

Na Itália do Primeiro-Ministro Silvio Berlusconi, dono de um império midiático que sustenta o atual regime, não sofre somente com escândalos que lhe garante o papel de garanhão italiano.

O seu Governo é acusado de corrupção, de falta de transparência legislativa, da falência político-moral da classe política e a generalizada evasão fiscal empresarial o que, nas devidas proporções, é muito semelhante aos fatos ocorridos nos nossos pagos.

Tudo isso ocorre no momento em que os “inimigos internos”, como eram chamados todos aqueles que fizessem oposição aos interesses da elite italiana, não existam mais.

E entre estes estavam os comunistas do PCI, os terroristas das Brigadas Vermelhas, a turma fraudulenta do socialista-reformista Bettino Craxi e dos atuais imigrados do leste europeu, negros e os árabes islâmicos que até então eram aceitos como mão-de-obra barata que realizam tarefas “menores” as quais os italianos natos rejeitam.

A insistência destes “subversivos” nas fábricas e sem a presença comunista no Parlamento, deixam os editores dos jornais que enriqueceram apoiando a elite berlusconiana, sem ter mais como esconder os males do capitalismo e nem evitar que no exterior se diga que a “a Itália é um país de mafiosos”.

Máfia que em uma situação de crise como esta fica cada vez mais fortalecida por alimentar cada vez mais uma economia ilegal entrosada com as leis e misturada com os bancos e com a classe política para manterem o lucrativo processo de mascaramento dos lucros gerados pelos diferentes “negócios” desta economia ilegal e paralela: tráfico de drogas, de armas, de órgãos humanos e de pessoas; contrabando de commodities (pedras preciosas, madeira, ouro, couro); de produtos industriais (cigarros, bebidas, produtos eletrônicos e carros); falsificações (de dólares, de medicamentos, alimentos e de vestuários de grifes); prostituição feminina e masculina; agiotagem e chantagem.

Por mais alienado ou desinteressado que possa ser uma pessoa é impossível não perceber ser este um mal do mundo capitalista aliado aos sentimentos mais perversos e egoístas dos seres humanos, sentimentos estes ideais para a manutenção de um sistema tão destrutivo como este.

Da Itália para o Brasil os acontecimentos não ficam somente nas novelas. Estes fatos estão sendo relatados nos escândalos denunciados no Senado Federal, naqueles que estão sendo investigados pela Policia Federal e Justiça Federal onde estão envolvidos políticos que estavam na direção do DETRAN-RS misturados com empresários que teriam que prestar serviços ao Estado.

Outros casos estão nas tentativas de legalização da maconha capitaneadas pelo ex-presidente da republica FHC, pelo Deputado Federal Fernando Gabeira (PV-RJ) e pelo atual Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc.

E mais recentemente ocorreu na Câmara Federal, na Comissão de Constituição e Justiça, a apresentação de parecer favorável ao Projeto de Lei que libera o funcionamento de bingos e de todo tipo de jogos de azar no Brasil, tendo como relator o Deputado Federal Régis de Oliveira do Partido Social Cristão (PSC-SP).

Mais uma vez apelo para a consciência coletiva a fim de chamar a atenção de que estes fatos e investidas não são meras conhecidências e sim fazem parte de um projeto maior que acabará por legalizar o crime organizado.

E mesmo assim este imenso universo econômico, ora nos subterrâneos das grandes metrópoles, permanecera não pagando impostos de qualquer natureza, nem propaganda, mas permanecera alimentando a burocracia estatal e políticos corruptos para que seus lucros mantenham-se intocáveis.

Assim para que este processo se mantenha haverá sempre o aprisionamento de milhares de “bandidos” com cinematográficas incursões dos “caveirões” nos morros pobres para que a sociedade hipócrita tenha a sensação de proteção por parte, daquilo, que deveria ser chamado de Estado.

MSN: itamarssantos13@hotmail.com

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Certezas... E... Incertezas.



O mundo passa por uma das mais profundas crises já vistas que ultrapassam meras cifras econômicas atingindo os valores éticos e morais que deveriam ser caros a humanidade como basilares de sua conduta.

No entanto, como um corpo inerte, o conjunto da população ou grande parte dela, permanece distante de qualquer debate ou discussão sobre este assunto.

Verdadeiramente não sabemos quais as causas fazem com que a população se mantenha alheia a política e aos destinos do país.

Para alguns as causas para este imobilismo popular se concentra na manipulação das informações praticada pela mídia, outros avaliam que as razões se encontram no conformismo proveniente das políticas assistencialistas desenvolvidas pelo governo Lula que serviria como uma espécie de mordaça para a conscientização popular.

Quero salientar que não são somente essas as únicas causas que provocam esta desmotivação popular.

Esta claro que o papel desempenhado por qualquer governo e pela mídia tem enorme interferência na vida das pessoas, mas cabe destacar que o imobilismo que permanecemos advem de um somatório de causas e entre elas podemos destacar o poder que tem e teve os últimos 20 anos de neoliberalismo no Brasil.

Neste período houve um rebaixamento no nível de organização das organizações dos trabalhadores onde seus dirigentes não cumpriram umas das tarefas mais importantes para a luta de classes, ou seja, não formaram politicamente o conjunto de sua base sindical e consequentemente não surgiram novas lideranças para desenvolver suas lutas.

Este longo tempo sem renovação de seus quadros dirigentes deve ser encarado também como uma destas causas.

A legalização das centrais sindicais é outra causa desta inércia, pois num momento histórico que requer unidade de classe, nossas lideranças sindicais se dividem constituindo varias frentes sob a ótica meramente partidária deixando na secundaridade tarefas importantes como a criação de uma política de comunicação que dê conta de contrapor a comunicação social vigente informando a classe trabalhadora sob outro enfoque.

O descumprimento destas tarefas provoca a falta de um projeto popular para o país que sinalize para a população a distribuição das riquezas de forma igualitária que promova assim justiça social e que radicalize a democracia verdadeiramente no Brasil.

Por mais avanços que possa ter tido a classe trabalhadora nos dois mandatos do Presidente Lula por si só não garante a manutenção de um futuro governo que mantenha este caráter popular e democrático.

Esta é uma incerteza para o futuro tendo em vista que o Partido dos Trabalhadores não teve papel dirigente neste período devido ter realizado alianças com os representantes do capital nacional e internacional, fato que poderá afastá-lo do Palácio da Alvorada.

Embora o governo Lula não tenha criado nenhum empecilho para o grande capital e neste período tenha se expandido como na fusão da Sadia com a Perdigão ou obtendo lucros astronômicos alcançados por empresas como a Petrobras, Unibanco, Itaú, Bradesco.

Além disso, dar o seu apoio ao agronegócio exemplificado à legalização da grilagem de 67 milhões de hectares na Amazônia para aumentar a produção de soja e de carne não satisfaz a classe patronal ávida por multiplicar cada vez mais os seus lucros e não lhe garante nenhuma espécie de retribuição vinda desta classe.

Esta incerteza em ter ou não ter, a partir de 2011 um governo de perfil progressista em Brasília, embora com os problemas que tem o Governo Lula é preocupante aja visto que o projeto social democrata, já testado durante os governos de FHC, será muito mais prejudicial para o conjunto da classe trabalhadora.

O que estará em jogo nas próximas eleições é o avanço da luta da classe trabalhadora por uma sociedade cada vez mais democrática e com justiça social ou o retorno do conservadorismo de direita que tem como objetivo principal a privatização do que ainda resta do Estado Brasileiro acompanhado de mais desemprego com perda de direitos trabalhistas e de serviços públicos.

Caberá as forças organizadas na sociedade brasileira estabelecerem um programa de governo para disputarem o apoio à candidatura que nos permita enquanto classe maior possibilidade de organização.

MSN: itamarssantos13@hotmail.com

6ª Conferência Estadual de Saúde, de 1 a4 de Setembro de 2011, em Tramandaí/RS

14ª Conferência Nacional de Saúde, de 30 de Novembro a 04 de Dezembro, em Brasilia.

1ª Conferência de Saúde Ambiental de Viamão.

1ª Conferência de Saúde Ambiental de Viamão.
Itamar Santos é eleito Delegado à etapa Estadual.

Representantes de Viamão na I Conferência Nacional de Saúde Ambiental-Etapa Estadual

Representantes de Viamão na I Conferência Nacional de Saúde Ambiental-Etapa Estadual
Verônica-PMV, Delmar-ONG, Simone-UAMVI, Itamar Santos-Mov. Sindical.

A Igreja Matriz de Viamão.

A Igreja Matriz de Viamão.
Referência de um Povo.

As 10 estratégias de manipulação midiática, por Noam Chomsky

Neoliberalismo e Globalização. Saiba o que são!

Juizes e suas Mordomias! Isso o JN não mostra.

CHÊ

CHÊ
O Maior Revolucioário que já viveu!!!

Bandeira do nosso time.

Bandeira do nosso time.

Eu sou Gaúcho

Eu sou Gaúcho
Mas,bah! Tche!

fidel

fidel
Um Lider

Saramago disse:

Eu na Internet

Charges que falam por si!!!!

Charges que falam por si!!!!
Sarney

Ataque aos Trabalhadores I

Ataque aos Trabalhadores I
Bm usa cavalaria contra MST em São Gabriel.

Ataque aos Trabalhadores

Ataque aos Trabalhadores
Trabalhadores encurralados pela BM em São Gabriel.

Assassinato do Trabalhador Rural Elton Brum em São Gabriel-RS

Assassinato do Trabalhador Rural Elton Brum em São Gabriel-RS
Marcas do tiro de calibre 12, arma da BM do Governo Yeda(PSDB,PMDB,PTB,PP,DEM) - Fotos do rsurgente-

Assassinato de São Gabriel

Assassinato de São Gabriel
Tiro a traição, da BM, mata trabalhador rural em São Gabriel.

A Guerra.

A Guerra.
BM usa armas de guerra contra MST em São Gabriel.

Paim prestigia ato em Viamão.

Paim prestigia ato em Viamão.
Paim observa discurso de Itamar Santos.

E o Congresso?

E o Congresso?
Sarney

Os Congressistas.

Os Congressistas.
Da coleção Sarney 2009

Visitantes. A partir de 05/10-2009

Paim em Viamão.

Paim em Viamão.
Ronaldo, Senado Paim, Itamar Santos e Ridi.