Quem sou eu

Minha foto
Viamão, RS, Brazil
Trabalhador, de Esquerda e Socialista!

Meu Site

Meu Site
Um Click e conheça quem é Itamar Santos

Total de visualizações de página

1ª CVS Rs

1ª CVS Rs
6,7 e 8 de Outubro de 2017 na FETAG RS.

1 ª CVS RS

1 ª CVS RS
Fetag RS

Eleição do CES RS

Eleição do CES RS
Eleito Vice Presidente do CES RS em 15-12-16

O Nosso Estado.

O Nosso Estado.
Rio Grande do Sul

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Reforma Politica.


O inverno rigoroso de 2013 foi aquecido por grandes mobilizações populares de rua que espontaneamente brotaram pelo país deixando e os mais “experientes” estúdios ficaram sem saberem o que dizer.

Junho passou juntamente com a Copa das Confederações da FIFA, julho amanhece marcado pelo frio intenso abençoado por sua santidade o Papa Pobre que reafirma em suas palavras que “A Igreja deve estar nas ruas” deixando como mensagem a necessidade de mudanças na humanidade e que para isso devemos nos revestir de sentimentos solidários e coletivos.

O Papa Francisco, em sua sabedoria Cristã, recoloca como foco das mobilizações do povo brasileiro a compreensão de que o sistema capitalista está falido e com ele o modelo de representação popular sendo isto o princípio da verdadeira mudança...

No Brasil e no mundo há o domínio supremo do capital em detrimento do trabalho e com isso há uma anomalia na forma de representação popular.

Desde os anos 80, do século passado, estamos acostumados a elegermos, de dois em dois anos, nossos representantes para o executivo e legislativo, ora para o município, ora para o Estado e para União sem nenhuma politização mais apurada onde uma maioria considerável de eleitores delega ao eleito uma procuração em branco como se este fosse resolver todos os problemas do Estado.

Estamos em um momento oportuno para se debater novas formas de representação social propondo ao povo uma participação efetiva e direta nas tomadas de decisões podendo ser através de conselhos populares por local de moradia e de trabalho.

A democracia exercida através dos “Conselhos Populares” é chamada de “Democracia Participativa” onde o povo atua diretamente, sem a interferência de um representante (Vereador, Deputado ou Senador).

A regulamentação de uma transformação tão radical como esta requer muita mobilização e consciência popular aja visto os interesses que estão por de traz da não eliminação do poder Legislativo e a criação do Poder Popular.

Paralelo a esta verdadeira revolução democrática temos a chance de ver aprovada, fruto da atual mobilização popular, uma reforma politica no atual modelo que estabeleça: 
o fim do senado, pela eleição das casas legislativas (Câmaras de Vereadores e Assembleias Estaduais) e da Câmara Federal pelo numero de votos proporcionalmente recebidos pela chapa majoritária de cada partido, pela eleição proporcional/legislativa em lista preordenada sem direito a reeleição, pelo financiamento publico das campanhas eleitorais, pela igualdade de direitos entre homens e mulheres, brancos, negros e índios nas listas partidárias, e pelo fim das coligações partidárias tanto na chapa majoritária como nas chapas proporcionais...

Esta Reforma deve ser precedida de grande plebiscito nacional onde o povo brasileiro possa opinar sobre qual é o melhor Sistema Eleitoral para o país.

Esta Consulta Popular deve conter minimamente alguns questionamentos, tais como:
*Como deve ser o financiamento das campanhas eleitorais? Público ou Privado.

*Qual o sistema eleitoral a ser adotado? Sistema Proporcional, Sistema Distrital, Sistema Misto, ou Sistema Majoritário.

*Os eleitos podem sair dos partidos pelos quais foram eleitos sem perder o mandato? Sim ou Não.

*As mulheres devem ocupar um terço das vagas nas chapas proporcionais e de cadeiras nos legislativos? Sim ou Não.

*Deve haver cotas para negros e índios nos Legislativos e nas listas partidárias? Sim ou Não.

*A população deve participar opinando e propondo pela internet sobre as PEC’s e projetos de lei? Sim ou Não.

Estas são apenas algumas sugestões de como podemos influenciar através de nossa mobilização, mas se retornarmos ao sono em um “berço esplendido” as mobilizações de junho não passaram de um simples calafrio de inverno e a primavera de setembro chegou e nada aconteceu porque há um Congresso dominado pelo dinheiro que se calará frente a qualquer transformação promovida para o bem geral do brasil.

Eaí??? Você ficará ate quando neste berço esplendido??

Estamos de olho!!!



Publicado no www.facebook.com/itamarssantos13 em 27=-09-13.







Comentários de uma luta!!!


O Brasil vive um momento de crescimento econômico onde milhares de pessoas deixaram de viver na miséria passando a adquirir bens e serviços antes imagináveis.

Mas, isso para uma minoria rica e conservadora cria muitos empecilhos, pois este crescimento vem apoiado em investimento do governo da Presidenta Dilma que direciona estes recursos à classe trabalhadora, historicamente marginalizada pelo sistema capitalista, dinheiro que antes era canalizado a esta minoria rica.

Os ricos brasileiros se escondem sob o falso manto democrático e através das mídias como a rede globo e as redes evangélicas manipulam com facilidade milhares de mentes jogando-as contra ao governo democrático da Presidenta Dilma. Governo este que enfrenta uma permanente disputa no seu interior advindo de uma imposição politica criada em 1975 pelo General Goubery, então ditador de plantão, que lhe obriga a conviver com uma “base de apoio” extremamente chantagista e corrupta.

Além disso, outros problemas são contaminantes e alguns “companheiros” quando estão no governo se acham os donos de tudo, mas são surdos aos gritos do povo.

O Povo não quer mais pão e circo, o povo quer salario, dignidade, serviços públicos de qualidade, participação direta nas decisões, reforma politica que acabe com a corrupção encravada em todos os setores da sociedade brasileira.

A PRESIDENTA DILMA deve exigir dos empresários aumentos de salários aos trabalhadores em troca das isenções de impostos reduzindo assim os lucros exorbitantes dos patrões brasileiros a começar pelos donos do transporte coletivo que é caro e sem qualidade...

A internet, no momento é uma importante e democrática ferramenta de mobilização e democratização da informação apesar de ser espionado pelos EUA, o que requer uma grande mobilização em sua defesa.

O foco desta mobilização deve estar na compreensão de que o sistema capitalista está falido e com ele os modelos de representação popular, isto deve ser o principio da verdadeira mudança...

No Brasil e no mundo há o domínio supremo do capital em detrimento do trabalho e com isso há uma anomalia na forma de representação popular.

Desde os anos 80, do século passado, estamos acostumados a elegermos, de dois em dois anos, nossos representantes para o executivo e legislativo, ora para o município, ora para o Estado e para União sem nenhuma politização mais apurada onde uma maioria considerável de eleitores delega ao eleito uma procuração em branco como se este fosse resolver todos os seus problemas.

Estamos em um momento oportuno para se debater novas formas de representação social propondo ao povo uma participação efetiva e direta nas tomadas de decisões podendo ser através de conselhos populares por local de moradia e de trabalho garantido através de uma reforma politica que estabeleça: 
o fim do senado, pela eleição proporcional das casas legislativas e da câmara federal pelo numero de votos recebidos pela chapa majoritária, pela eleição proporcional/legislativa em lista preordenada sem direito a reeleição, pelo financiamento publico das campanhas eleitorais, pela igualdade de direitos entre homens e mulheres, brancos, negros e índios nas listas partidárias, e pelo fim das coligações partidárias...

E a partir desta reforma daremos uma basta na choradeira da classe média de se colocar como vítima, pois é tão culpada quanto o político ladrão e o marginal que se aproveita pra quebrar tudo nas manifestações que sacudiram o Brasil para uma retomada de consciência, mas que corre o risco de ser roubada pelos mesmos ricos que manipulam para levar o país a um golpe a fim de manterem as suas riquezas...

Ou esta mesma “classe média” espera serem os ricos de amanha apoiada por uma ditadura???














Tarifa Zero.


O movimento tarifa zero esta na luta há muito tempo e o primeiro governo a propor este importante mecanismo de democratização dos direitos sociais foi em 1989 quando da eleição a Prefeitura Municipal de São Paulo da Prefeita Luíza Erondina, então no PT.

Já naquela época o este projeto de lei foi barrado na Câmara Municipal de Vereadores paulista pela oposição que na sua maioria é subordinada a burguesia local e em especial aos donos do transporte coletivo brasileiro.

O serviço de transporte coletivo é de dever do Estado Brasileiro (Município, Estados e DF), então por principio deveria ser fornecido gratuitamente como saúde e educação, mas não é porque ate então nenhum dos governos constituídos, com raras exceções, teve a coragem de encaminhar uma Lei como aquela que a então Prefeita Erondina teve.

Como este serviço é de competência estatal e os Governos não oferecem diretamente, então cabe-lhe conceder a terceiros, os prestadores de serviço, via licitação pública onde quem ganha é aquele que disponibiliza o menor preço da passagem ( pelo menos deveria ser assim).

É por isso que o transporte coletivo esta do jeito que esta, sem segurança, sem qualidade, ônibus sempre lotados e atrasados. Somente no Rio Grande do Sul não há licitação pública para a região metropolitana a mais de 20 anos, entra e sai governo, mas o serviço de transporte coletivo continua o mesmo de sempre.

Além de lucrarem com o valor da tarifa cobrada dos usuários deste sistema, os donos do transporte coletivo rebem gordas isenções dos governos federal e estadual como redução de ICMS, subsídios no preço dos pneus e nos combustíveis, ou seja, lucram muito.

Mas, como se sustentaria um sistema de transporte de massas de forma gratuita para todos que o utilizarem?
Partindo do principio que este sistema garante a todos o direito de vir e vir e assim em cadeia os demais direitos como saúde, educação, trabalho e lazer, entre outros entendo que cabe ao Estado bancar tal direito a partir da criação de um Fundo Público que custeará todas as fazes deste sistema.

Primeiramente deve ser estatizado todo o sistema de transporte coletivo no Brasil, seja ele por qualquer modal, terra, água ou ar, ficando ao serviço privado a parte que o Estado não terá condições de atender imediatamente e devidamente fiscalizado.

Tanto os serviços públicos como os suplementares serão pagos por este Fundo Público que sera formado a partir da efetivação de uma ampla reforma tributaria que determine a criação de imposto sobre as grandes fortunas determinando a arrecadação em escala progressiva (quem pode mais paga mais, quem pode menos paga menos e quem não pode, não paga).

Por exemplo: o IPTU de bancos, grandes empreendimentos, mansões, hotéis, resorts, shoppings, carros de luxo nacionais e importados, etc., será aumentado proporcionalmente, para que os setores mais ricos das cidades contribuam de maneira adequada, distribuindo renda e garantindo a existência de um sistema de transportes verdadeiramente público, gratuito e de qualidade, acessível a toda a população, sem exclusão social ( http://tarifazero.org/tarifazero/ ) e o fim das isenções de impostos que hoje são dadas as grandes empresas privadas de transporte coletivo.


O fim destes subsídios se justificam tendo em vista que a partir de então sera os Governos que vão gerir este sistema sob a ótica Estatal que deve se auto sustentar de forma a proporcionar qualidade operacional para os usuários e seus trabalhadores, ou seja, não haverá lucro, item gerador dos altos custos da tarifa atualmente.

Esta é uma antiga boa luta que esta em evidencia novamente.
Estamos de olho!!!

Publicado no facebook.com  em 25-09-13.


terça-feira, 24 de setembro de 2013

Construção do foco de trabalho e fluxo de Produção do cuidado.


Após um ano de Projeto do Consultório de Rua (2012) é constituído o Consultório na Rua de Viamão. Inicialmente foi realizado o mapeamento de todo o território do centro de Viamão e a apresentação do CR junto a Rede de Saúde e Intersetorial (Janeiro a Março de 2013).

Sentimos a necessidade de definir o nosso público, a partir da experiência do nosso trabalho em campo.

 Tendo em vista a existência de muitos grupos com diferentes demandas, constatamos que para termos mais viabilidade de atendimento das necessidades em saúde definirmos um publico alvo sem desprezar o conjunto populacional que o território nos apresenta. 

A partir da legislação disponível (CF, Portarias do CR-MS e Politica Nacional de Atenção Básica) e tendo em vista os princípios do SUS, destacando a equidade, definimos que a população em situação de rua necessita de atendimento diferenciado por estar destituída de seus direitos.

A focalização nesta população nos permite atender e garantir a este público os direitos não acessados ate então.

A partir de janeiro ate setembro do correte ano os trabalhadores e trabalhadoras já abordaram nas ruas centrais de Viamão mais de uma centena de pessoas que vivem nas ruas da cidade ou estão em Situação de Rua (¹-As pessoas em Situação de Rua têm em comum a garantia de sua sobrevivência por meio de atividades produtivas desenvolvidas na rua, vínculos familiares fragilizados ou interrompidos e a não referência de moradia regular (BRASIL, 2012)).

A realidade encontrada esta relacionada com o uso de álcool e outras drogas e a falta de vinculação familiar proveniente por este uso ou pelo sofrimento mental pelo que passa o usuário e sua família onde, ambos, não têm estrutura para suportar tamanha demanda.

Nosso trabalho esta baseado na itinerância no território acolhendo a todos que estão nele e que necessitam de uma escuta. 

A partir de então este usuário é encaminhado ao serviço público que lhe atenderá em sua necessidade e assim na sua integralidade enquanto pessoa.

O Consultório na Rua foi criado pelo SUS como uma importante ferramenta de garantir o acesso irrestrito de todos aos serviços essência, portanto veio para inverter a atual logica de atendimento nas unidades de saúde que ainda permanecem centradas em visões meramente clinicas que impedem a acolhida total dos usuários que procuram este serviço.

O Consultório na rua vai em busca dos usuários acolhendo-o em sua integralidade abolindo, por exemplo, as fichas e sua fila de espera. Este serviço esta para além das necessidades clinicas porque tem uma visão de saúde coletiva que leva em consideram a realidade das pessoas e assim as suas necessidades.





Publicado no face em 24-09-13






6ª Conferência Estadual de Saúde, de 1 a4 de Setembro de 2011, em Tramandaí/RS

14ª Conferência Nacional de Saúde, de 30 de Novembro a 04 de Dezembro, em Brasilia.

1ª Conferência de Saúde Ambiental de Viamão.

1ª Conferência de Saúde Ambiental de Viamão.
Itamar Santos é eleito Delegado à etapa Estadual.

Representantes de Viamão na I Conferência Nacional de Saúde Ambiental-Etapa Estadual

Representantes de Viamão na I Conferência Nacional de Saúde Ambiental-Etapa Estadual
Verônica-PMV, Delmar-ONG, Simone-UAMVI, Itamar Santos-Mov. Sindical.

A Igreja Matriz de Viamão.

A Igreja Matriz de Viamão.
Referência de um Povo.

As 10 estratégias de manipulação midiática, por Noam Chomsky

Neoliberalismo e Globalização. Saiba o que são!

Juizes e suas Mordomias! Isso o JN não mostra.

CHÊ

CHÊ
O Maior Revolucioário que já viveu!!!

Bandeira do nosso time.

Bandeira do nosso time.

Eu sou Gaúcho

Eu sou Gaúcho
Mas,bah! Tche!

fidel

fidel
Um Lider

Saramago disse:

Eu na Internet

Charges que falam por si!!!!

Charges que falam por si!!!!
Sarney

Ataque aos Trabalhadores I

Ataque aos Trabalhadores I
Bm usa cavalaria contra MST em São Gabriel.

Ataque aos Trabalhadores

Ataque aos Trabalhadores
Trabalhadores encurralados pela BM em São Gabriel.

Assassinato do Trabalhador Rural Elton Brum em São Gabriel-RS

Assassinato do Trabalhador Rural Elton Brum em São Gabriel-RS
Marcas do tiro de calibre 12, arma da BM do Governo Yeda(PSDB,PMDB,PTB,PP,DEM) - Fotos do rsurgente-

Assassinato de São Gabriel

Assassinato de São Gabriel
Tiro a traição, da BM, mata trabalhador rural em São Gabriel.

A Guerra.

A Guerra.
BM usa armas de guerra contra MST em São Gabriel.

Paim prestigia ato em Viamão.

Paim prestigia ato em Viamão.
Paim observa discurso de Itamar Santos.

E o Congresso?

E o Congresso?
Sarney

Os Congressistas.

Os Congressistas.
Da coleção Sarney 2009

Visitantes. A partir de 05/10-2009

Paim em Viamão.

Paim em Viamão.
Ronaldo, Senado Paim, Itamar Santos e Ridi.