Quem sou eu

Minha foto
Viamão, RS, Brazil
Trabalhador, de Esquerda e Socialista!

Meu Site

Meu Site
Um Click e conheça quem é Itamar Santos

Total de visualizações de página

1ª CVS Rs

1ª CVS Rs
6,7 e 8 de Outubro de 2017 na FETAG RS.

1 ª CVS RS

1 ª CVS RS
Fetag RS

Eleição do CES RS

Eleição do CES RS
Eleito Vice Presidente do CES RS em 15-12-16

O Nosso Estado.

O Nosso Estado.
Rio Grande do Sul

terça-feira, 31 de março de 2009

Pensamento Único.




Em que democracia vivemos?

Nossa democracia não é plena, pois sobrevivemos aprisionados entre duas grandes ditaduras, no mínimo.

A ditadura financeira e a ditadura do pensamento único; a ditadura financeira todos nós sabemos como funciona: se não tivermos dinheiro, não sobrevivemos e para termos dinheiro teremos que estar empregados e para estarmos empregados dependemos do patrão que tem um Único Pensamento: o lucro.

Ao menor indicativo de diminuição desse lucro, o patrão não hesitara em demitir-nos.

Mais uma vez, neste 18 de fevereiro de 2009, tivemos o desprazer de ver estampado no jornais escritos e falados outra demonstração explicita da aplicação do Pensamento Único em nosso pago e infelizmente através de quem deveria estar na defesa daqueles que por sua condição social vive a ditadura da pobreza.

É o MP através do Procurador Gilberto Thums, que a partir de uma decisão ideológica onde só se vê como “democrático” as práticas atuais, ou seja, as praticas capitalistas e por isso determina o fechamento das Escolas Itinerantes do MST.


O caro promotor arauto da democracia, não leva em consideração que por vivermos em um país dito democrático, podemos optar por lutar, pensar e agir de forma dissonante da sua e da sua classe social, porque não dizer contraria a sua forma de pensar e agir.

Desde 2007 o nobre procurador declara o MST como ilegal numa clara investida classista e ideológica impositiva de um único pensamento.

Segundo os seus pronunciamentos toda a população estaria fadada a pensar unicamente conforme os “valores capitalistas” que diariamente são despejados indiscriminadamente pelas redes de mídias socializadas naturalmente sem a observância do dito promotor e pelo próprio MP.

Estamos vivendo em um Estado de Exceção dos tempos obscuros da Ditadura Militar só que em pleno Estado Democrático que se utiliza de um de seus instrumentos para proibir pensamentos outros; antagônicos ao status quo que quer nos impor o seu Pensamento Único com se este fosse amplamente democrático.

Ao proibir o funcionamento das Escolas Itinerantes do MST o Promotor Gilberto Thums, o qual deve ser herdeiro daqueles que num passado não tão distante perseguiam lutadores sociais por que pensavam diferente do ditador de plantão, está proibindo as crianças destes assentamentos de aprenderem a partir de outra visão de sociedade. Que por ser diferente da dele não deve ser perseguida e muito menos sofrer preconceito de juízo de valor.

Ou o caro promotor vive ou quer que vivamos em um Estado de Exceção onde pensar diferente ou ser socialista e comunista é crime e por isso deve ser excluído e perseguido. Um autêntico democrata convive com a diferença e, portanto a experiência vivida nos assentamentos de reforma agrária vem a cada dia aprofundar a nossa democracia tão sonhada e que sabe um dia teremos terra, escola, saúde e trabalho para todos.

Alienados são aqueles que não questionam nada, que tudo e todos são do bem e só o bem querem para a sociedade, mas a alienação preconizada pelo caro causídico não se encontra nos banco escolares do MST e sim nas salas de aulas com ar refrigerado onde se aprende os princípios capitalistas de como ganhar dinheiro seguindo a “Lei de Gerson”.

Ou ainda aqueles que hipnotizados pelas falsas propagandas veiculadas pela mídia consumista ao não ver atendido seus sonhos são empurrados ao crime e a violência.

Ou o Promotor quer proibir o MST e todos aqueles que pensam em ter um dia uma sociedade mais fraterno-igualitária que pode ser sim chamada de sociedade socialista rotulando-nos de terroristas-subvercivos.

A rotulagem de radical já o fizeram para pejorativamente nos identificar, mas se esqueceram, como sempre, de se auto avaliarem como sendo sectários os quais defendem com unhas e dentes o Pensamento Único, o seu.

MNS: itamarssantos13@hotmail.com

Um Governo de Ricos e para os Ricos do RS.



Desde que assumiu em 1° de janeiro de 2007, a Governadora Yeda Crusius adotou como prática a repressão policial contra os movimentos populares do Rio Grande do Sul a fim de aplicar o já valido projeto neoliberal no Estado.

Em 2008 não foi diferente já iniciando com a apresentação, por parte da Governadora Tucana, da proposta do reajuste tributário desmentindo a própria campanha eleitoral de 2006, passando pelo reajuste ZERO aos funcionários públicos; fechamento de escolas públicas e de turmas (enturmação) de estudantes; desrespeito as leis ambientais para beneficiar empresas multinacionais do setor da celulose (as papeleiras) e a proposta de prorrogação dos pedágios por mais 15 anos sem licitação, demonstrando desavergonhadamente o seu perfil preferencial a classe empresarial e industrial seus principais patrocinadores na campanha eleitoral.

Outra marca do dês-governo Yeda (PSDB) foi à corrupção descoberta pela Policia Federal através da Operação Rodin que investigou a subtração de R$ 44 milhões do DETRAN-RS e a fraude na aplicação da Lei de Incentivo à Cultura (LIC) onde estão envolvidos Secretários de Estado; e a compra inexplicável da mansão/Yeda.

Uma de suas grandes marcas foi à repressão policial às mobilizações dos movimentos sociais, onde sob o comando bestial do então Coronel Mendes, a BM bateu muito nos pobres, nos Sem Terra, nos Pequenos Agricultores, nos moradores de rua, professoras, sindicalistas, e bancários que reivindicaram seus direitos desrespeitados pelo dês-governo Yeda. Essa violência toda atingiu até setores sociais de pouca organicidade como os caminhoneiros que em novembro passado protestaram contra a prorrogação dos pedágios.

Alem dos aliados no Poder Legislativo e na grande mídia empresarial, Yeda e o PSDB contaram com aliados ideológicos importantes no Poder Judiciário e no Conselho Superior do Ministério Público do RS que se posicionou publicamente contrário ao MST; chegando a solicitar a dissolução deste movimento contrariando o papel do Ministério Público que foi criado para proteger e cuidar dos pobres.

Este declínio ideológico do Poder Judiciário-MP comprova a contaminação de todo esse Poder que tem como “Juízes” indivíduos nascidos em berços das velhas estâncias dos latifúndios farroupilhas onde a Justiça é feita por e para os ricos e geralmente está baseada na injustiça para os pobres.

Em setembro de 2008, foi descoberta pelos movimentos sociais a existência da Instrução Operacional n° 6 da BM onde determina que os policiais devam fazer a identificação dos integrantes dos movimentos sociais rurais e urbanos, o monitoramento (espionamento) de suas sedes, evitarem todo e qualquer tipo de protesto ou ocupação nem que para isto seja necessário o uso da força.

Esta ordem relembrou as táticas usadas pelo Exército durante a ditadura civil-militar brasileira tão combatida e comprovou mais uma vez a prática da gestão de Yeda Crusius de aniquilar sindicatos e movimentos sociais.

Tudo bem ao estilo tucano de governar como já sentimos na pele nos dois governos de FHC e nos governos estaduais de São Paulo e de Minas Gerais onde o PSDB impõe essa ação.

Toda essa ditadura é para por em prática o seu programa neoliberal denominado de déficit zero que mantém o Estado endividado, pois apenas alongou sua divida quando adquiriu o tão badalado empréstimo de 1 bilhão de dólares juntamente com as imposições de arrocho do Banco Mundial.

Os quais se podem constatar nas mais de 120 escolas fechadas, na insuficiência de recursos para a saúde implicando na não aplicação dos mínimos constitucionais nestas duas áreas, na falta absoluta de uma política habitacional que amenizasse o déficit do setor evitando tragédias como a que aconteceu na Vila Chocolatão recentemente.

E para piorar ainda mais a vida do povo gaúcho a governadora paulista adotou uma política de desenvolvimento voltado para as grandes empresas, em especial aquelas de celulose como as papeleiras Aracruz Celulose e Votorantim Celulose e Papel que já demitiram mais de mil trabalhadores gaúchos, reduziram investimentos, além dos prejuízos ambientais provocados pela monocultura de pínus e eucalipto.

Esta desastrosa política econômica e a consequente paralisação das empresas de celulose estão entre as principais derrotas do projeto neoliberal da dês-governadora Yeda Crusius.

MSN: itamarssantos13@hotmail.com

A Esquerda e a Crise.



Aqui pelos pampas a forte repressão policial do Governo neoliberal de Yeda Crusius contra os movimentos sociais contribuiu para que fosse formada uma aliança entre os trabalhadores do campo e da cidade.

Essa aliança ficou bastante fortalecida, pois se conseguiu uma articulação que há muito tempo não se tinha devido à fragmentação da esquerda a partir do surgimento de vários partidos políticos de diferentes correntes ideológicas o que provocou a desarticulação da classe trabalhadora.

A esquerda brasileira deve se concentrar na busca da unidade para estimular a construção de um projeto popular para ser apresentado ao povo brasileiro a partir do fortalecimento de alianças como as praticadas durante o ano de 2008 no interior da classe trabalhadora.

Além da construção de um projeto popular a unidade servirá também como forma de superação da fragmentação por que passam as forças de esquerda hoje no Brasil.

Esta unidade se faz necessário para que a classe trabalhadora possa enfrentar o próximo período que será de pressão patronal pela flexibilização dos direitos trabalhistas levando a perda de renda dos trabalhadores.

E para que se possa sair desta sinuca de bico temos como desafio que propor como alternativa a crise econômica um projeto popular de cunho anticapitalista-imperialista que privilegie investimentos públicos em áreas econômicas de maior abrangência social como as de habitações populares, transportes, saneamento básico, saúde e educação entre outras.

Além dessa proposta afirmativa de unidade das esquerdas, esta unidade se faz necessário para o enfrentamento ao Governo Yeda tendo em vista que em 2009, este governo irá seguir tentando buscar a sua reeleição mesmo sem abrir mão de suas políticas neoliberais.

MSN: itamarssantos13@hotmail.com

6ª Conferência Estadual de Saúde, de 1 a4 de Setembro de 2011, em Tramandaí/RS

14ª Conferência Nacional de Saúde, de 30 de Novembro a 04 de Dezembro, em Brasilia.

1ª Conferência de Saúde Ambiental de Viamão.

1ª Conferência de Saúde Ambiental de Viamão.
Itamar Santos é eleito Delegado à etapa Estadual.

Representantes de Viamão na I Conferência Nacional de Saúde Ambiental-Etapa Estadual

Representantes de Viamão na I Conferência Nacional de Saúde Ambiental-Etapa Estadual
Verônica-PMV, Delmar-ONG, Simone-UAMVI, Itamar Santos-Mov. Sindical.

A Igreja Matriz de Viamão.

A Igreja Matriz de Viamão.
Referência de um Povo.

As 10 estratégias de manipulação midiática, por Noam Chomsky

Neoliberalismo e Globalização. Saiba o que são!

Juizes e suas Mordomias! Isso o JN não mostra.

CHÊ

CHÊ
O Maior Revolucioário que já viveu!!!

Bandeira do nosso time.

Bandeira do nosso time.

Eu sou Gaúcho

Eu sou Gaúcho
Mas,bah! Tche!

fidel

fidel
Um Lider

Saramago disse:

Eu na Internet

Charges que falam por si!!!!

Charges que falam por si!!!!
Sarney

Ataque aos Trabalhadores I

Ataque aos Trabalhadores I
Bm usa cavalaria contra MST em São Gabriel.

Ataque aos Trabalhadores

Ataque aos Trabalhadores
Trabalhadores encurralados pela BM em São Gabriel.

Assassinato do Trabalhador Rural Elton Brum em São Gabriel-RS

Assassinato do Trabalhador Rural Elton Brum em São Gabriel-RS
Marcas do tiro de calibre 12, arma da BM do Governo Yeda(PSDB,PMDB,PTB,PP,DEM) - Fotos do rsurgente-

Assassinato de São Gabriel

Assassinato de São Gabriel
Tiro a traição, da BM, mata trabalhador rural em São Gabriel.

A Guerra.

A Guerra.
BM usa armas de guerra contra MST em São Gabriel.

Paim prestigia ato em Viamão.

Paim prestigia ato em Viamão.
Paim observa discurso de Itamar Santos.

E o Congresso?

E o Congresso?
Sarney

Os Congressistas.

Os Congressistas.
Da coleção Sarney 2009

Visitantes. A partir de 05/10-2009

Paim em Viamão.

Paim em Viamão.
Ronaldo, Senado Paim, Itamar Santos e Ridi.